Futura Historiadora: Primeira prova

Imagens| Google

Olá meninas, tudo bem?
Semana passada inaugurei o espaço "Futura Historiadora" aqui no blog, fiquei muito feliz com o incentivo de todos e a curiosidade de saber como funciona o curso, pra continuar enriquecendo o espaço vou pular direto para a Primeira prova, não apenas pro curso de história, mas em qualquer curso a primeira prova choca, nos enche de ansiedade, medo, revolta em alguns casos e por fim nos transborda de alegria. Sendo assim resolvi dividir com vocês o momento da entrega das minhas provas e algumas dicas, qual não segui, mas caso se tivesse seguido, teria mudado o rumo das minhas notas.


E enfim as provas, momento de nervosismo, não tem como fujir, ela vem e te enche, quando percebe, já te levou ladeira a baixo, não adianta levar com a barriga, nem pedir pra colocar o nome nos trabalhos, se não dominar o assunto abordado o nervosismo te vence. Comigo não foi muito diferente, fiz todos os trabalhos, neste bimestre era tudo muito simples, apenas resumo, fichamento ou resenha, foram assuntos como Educação e Mudança de Paulo Freire, iluminismo, romantismo, positivismo, quem eram os Gregos e muitos outros, textos que foram difíceis pela falta de leitura, não que eu não tenha pegado algum livro nesses últimos anos pra ler, mas leituras com uma linguagem um tanto mais complexa, livros para ler com calma e atenção, palavras  que não estavam em meu vocabulário. Livros que precisei ler duas vezes pra entender o intuito do autor, e outros mais simples, na primeira leitura já entendi tudo o que era preciso.

Revisei a matéria, busquei resenhas, discussões, tudo que me ajudasse a ganhar mais propriedade do assunto, mas pequei mesmo foi nas provas, o nervosismo, aquele que falei a cima me venceu, fiquei apavorada em ver todos saindo da sala e eu por minha vez ficando, escrevi na correria sem da espaço pra recordar todo o esforço que tive ao longo do bimestre e o que ganhei? Notas baixas, sim notas baixas, fechei basicamente com 6 pontos nas matérias.

Ai me afirmam, "mas você só precisava de 6 pontos pra fechar o bimestre, agora só manter a mesma nota e você termina semestre tranquilamente." Não! O problema não é fechar com 6 pontos, o problema em si é o NERVOSISMO, ANSIEDADE, MEDO, esses sim são os problemas que todo universitário enfrenta. Esses medos precisam ser desmantelados enquanto é cedo, do contrário irá atrapalhar toda e qualquer prova que for fazer, independente se é para a vida profissional ou acadêmica.

Neste segundo bimestre vou me concentrar para reduzir e quem saber eliminar esses medos, percebi que fiquei cega, as respostas estavam na minha frente, eu sabia, mas por medo acabei não enxergando a verdade a minha frente. Portanto você que também esta estudando seja lá o que for, controle os seus medos, se esta nervoso ouça musica, assista algum vídeo que te faça pensar, refletir sobre o conhecimento que foi agregado, não fique se matando de estudar com o pensamento devorado pelo pessimismo e nervosismo. 

Não adianta chegar na porta da sala morrendo de medo da prova, como disse meu saudosíssimo Prof°. Me. de Sociologia "a prova não é um bicho de sete cabeças, não é um monstro, muito menos um mártir, besta fera", vá para a prova com a mente aberta, leve, livre dos medos, você verá que as questões se tornaram mais fáceis de responder, as palavras saltaram de sua mente. 

Para encerrar o post vou deixar com vocês o vídeo do Prof° pós Doc (pós doutorado) da USP Clóvis de Barros:




E vocês já tiveram medo de alguma prova? Compartilha nos comentários as experiências, espero que tenham gostado do post de hoje.

Share this:

JOIN CONVERSATION

10 comentários:

  1. O nervosismo faz parte em provas de qualquer assunto, eu não costumava ficar nervosa ou ansiosa em provas de colégio ou faculdade não, mas confesso que as provas do curso de inglês me abalavam muito ... Que legal que você estuda história, gosto mito dessa área apesar de eu ser formada em algo totalmente diferente disso.. Realmente esses textos sobre Iluminismo, Romantismo e tudo mais são meio complicados de entender ao primeiro momento .. Vai dar tudo certo, aos poucos vc vai ficando menos nervosa com as provas e se acostumando com isso ... Adorei seu post .. Beijos
    www.rachelbispo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o nervosismo acaba fazendo parte, só não pode tomar conta rs.
      Beijos, volte sempre!

      Excluir
  2. Oi Eliz, Início de curso é assim e as primeiras provas e trabalhos são assim mesmo. E bem diferente do ensino médio, as expectativas e exigências aumentam. Mas com o tempo a gente vai desenvolvendo estratégias para lidar com as dificuldades e com os professores. Tudo de bom! Abraço

    ResponderExcluir
  3. Já sim é complicado
    demais agente estuda e estuda mais o medo nos consome

    Linda Noite!!
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato Nanda, o medo nos consome, principalmente no final do semestre.
      Beijos, volte sempre!

      Excluir
  4. Menina, também fico super nervosa e já faço meu curso a muito tempo kkkk, é normal sabe, mas todo esforço vale a pena quando é por um sonho nosso!
    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, vale muito a pena mesmo, no fim podemos ver que o esforço valeu a pena.
      Beijos, volte sempre!

      Excluir
  5. não concordo que a prova seja um meio de testar conhecimento do aluno, pois dependendo do nervosismo pode te fazer esquecer tudo, porém aqueles não estão preparados deixa o medo dominar e ai realmente é ladeira abaixo.

    Beijos
    mariaulhoa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o medo vem sem pedir permissão ai é que complica um pouco, mas com o tempo dominamos o medo.
      Beijos, volte sempre!

      Excluir